‘X-tudo paraense’ abocanha 1º lugar nacional na 16ª do Brasil Sabor

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Das mãos de uma família “paranauara” foi lançado o “x-tudo paraense”, uma delícia que “abocanhou” o primeiro lugar nacional na 16ª edição da Premiação Brasil Sabor; seletiva em que personalidades, jornalistas, influencers e formadores de opinião de todo o Brasil experimentam pratos da culinária local e geram uma nota.

Foto: Divulgação

A receita premiada, – que leva caranguejo; farofa de camarão com banana; o arroz paraense, que é o arroz com camarão, jambu e tucupi; o vatapá, e o camarão com alho e óleo, – é o carro-chefe da Casa Paraense, comandada há quatro anos pelo amazonense Mauro Tiago e pela mãe dele, a paraense Zuleide Nogueira.

Ao relembrar da formatação do prato, Mauro conta que ao inaugurar a Casa Paraense, os frequentadores queriam experimentar de tudo um pouco. Dessa forma, ele encontrou a necessidade de lançar uma novidade que agradasse a todo.

Dessa forma, nasceu o premiado “X-tudo paraense”. O sucesso de venda custa em média R$ 72 é muito bem servido. O empresário, que mantém quatro unidades (Planalto, Cachoeirinha, Cidade Nova e Fortaleza (CE), revela que para dar conta da alta demanda gastronômica, antigamente utilizava 1 tonelada de camarão por mês. Hoje, para atender os dois estados, a Casa Paraense utiliza 4 toneladas/mês.

Além dos insumos paraenses, nas receitas ainda é possível experimentar iguarias tipicamente amazonenses como a farinha ovinha, o peixe. Mas para aquele cliente que opta pelos itens do Pará, como a farinha de Bragança ou açaí de Belém. “A culinária amazonense é muito parecida com a paraense. A gente utiliza vários produtos do Amazonas, como as farinhas, assim como as iguarias do Pará”, disse.

Projeção

O empresário Mauro Tiago pretende expandir franquias para fora do estado para poder vender insumos amazônicos para o mercado nacional e internacional. “Vamos nos concentrar na administração das cinco Casas Paraenses. Mas vamos estruturar esse projeto para mais à frente. Nossa intenção é fazer isso, para termos a nossa cultura e a gastronomia muito bem representados no Brasil e no Mundo”, concluiu.

Mas antes de explorar o mercado internacional, Mauro Tiago anunciou que no próximo dia 12 de agosto, a Casa Paraense desembarca na cidade de Parintins, a Terra dos Bois Caprichoso e Garantindo, na fronteira com o estado paraense. O empresário informa que a administração será de Marco Rosas.

Mauro relata ainda que a Casa Paraense valoriza a prata da casa na expansão dos negócios no Amazonas e no Brasil.

“A Casa Paraense da Cidade Nova é administrada pelo meu amigo ‘Rafão’. Ele começou como nosso cliente, depois virou gerente da unidade das Torres, e depois de um ano virou sócio na unidade da Cidade Nova; em breve vai ser um franquiado. Na avenida das Torres, eu chamei meu primo, que é o Lucas, que virou supervisor, gerente e, agora, é o proprietário de lá. Na Cachoeirinha, a minha tia Iolane começou como investidora, eu era sócio, mas agora ela é a franquiada. Em Fortaleza, a Casa Paraense é com o Vitor e Aline, que eram nossos primeiros funcionários, e já são donos na capital cearense”, disse Mauro, ao relembrar da primeira unidade, no bairro Planalto, que é administrada por ele e pela mãe Zuleide Nogueira.

Brasil Sabor

Iniciado em 2006, o Brasil Sabor foi criado a partir do momento em que se notou a existência de eventos culinários municipais em 16 cidades brasileiras. Ali, o foco foi unificar todo isso em uma única celebração.
A 16ª Edição do Brasil Sabor teve como tema ‘Maior do Mundo, Original do Brasil’ e aconteceu entre os dias 12 a 29 de maio, de forma híbrida, ou seja, presencial e pelo delivery. Cada participante teve que elaborar um prato que remetesse à cozinha local, com ingredientes regionais.