Serasa faz alerta contra o golpe do Fundo de Garantia de Tempo de Serviço

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

A série “Sempre Alerta” da Serasa, com conteúdos produzidos no intuito de ajudar o consumidor a identificar e evitar golpes financeiros, ainda mais com o Fundo de Garantia de Tempo de Serviço (FGTS), você vai conferir dicas sobre como se proteger do “Golpe do FGTS”.

Ao contrário de outras fraudes, essa é considerada ainda mais sofisticada. Os criminosos entram em contato com os consumidores por meio de mensagens informando que há dinheiro do FGTS disponível para saque. As mensagens vêm com links para sites falsos, nos quais a vítima responderia uma rápida pesquisa sobre os últimos valores sacados do benefício. Em seguida, a pessoa é direcionada para uma nova página, com espaço para preencher com dados pessoais.

Com as informações confidenciais das vítimas em mãos, os golpistas conseguem fazer empréstimos, pedir cartões de crédito, abrir contas em bancos e até sacar o FGTS. Além disso, disponibilizam “prêmios” para as pessoas que compartilharem o link do site falso com familiares, amigos e conhecidos.

Caí no golpe do FGTS. E agora?

A Serasa orienta os consumidores a verificarem se houve redução do saldo do FGTS no app ou site da Caixa Econômica Federal. Caso o valor tenha diminuído, sem que tenha feito um saque, a recomendação é se dirigir imediatamente a uma agência da Caixa para verificar a situação.

Em caso positivo, faça um Boletim de Ocorrência e retorne à agência da Caixa para pedir a abertura de processo de contestação do saque. O banco tem até 60 dias para retornar o pedido e confirmar se o dinheiro retornará para a conta.

Cinco dicas para evitar cair no Golpe do FGTS

1 – Não confie em mensagens de canais não oficiais: E-mails e contato via WhatsApp são os meios mais comuns de atrair vítimas. Por isso, fique atento quando receber mensagens suspeitas e confirme se são os canais oficiais da empresa.

2 – Acompanhe o calendário liberado pela Caixa Federal: Busque informações nos canais autorizados e matérias divulgadas na imprensa sobre a liberação de saque do FGTS. A partir da checagem em veículos confiáveis é possível identificar se o calendário é verdadeiro e seguir com os processos. Mesmo assim cuidado: os golpistas costumam usar os momentos de disponibilização do saque para agir mais à vontade.

3 – Cheque a segurança do site: Para verificar se a página conta com o protocolo de segurança, basta observar na barra de endereço do navegador e buscar pelo cadeado fechado cinza escuro ao lado esquerdo da url.

4 – Faça consultas em sites e Redes Sociais: Uma outra dica da Serasa é pesquisar reclamações de outras pessoas em sites e nas redes sociais antes de informar qualquer tipo de dado pessoal.

5 – Use senhas fortes e atualizadas: Com alguns simples procedimentos de segurança, os cuidados são redobrados, como atualizar as senhas mais importantes de tempos em tempos e utilizar a autenticação de dois fatores sempre que possível.

Além disso, misture letras, números e caracteres especiais para montar senhas fortes em diferentes plataformas.

Confira o conteúdo completo sobre o tema com mais dicas no blog Serasa Premiumhttps://www.serasa.com.br/premium/blog/golpe-do-fgts-como-se-proteger/

Todas as dicas para se proteger do Golpe do FGTS estão no vídeo do Serasa Ensina: https://www.youtube.com/watch?v=mSg1LBsDWl4

Serasa Premium ajuda a proteção os dados dos brasileiros

O Serasa Premium é um serviço que ajuda o consumidor a se proteger de fraudes por meio do monitoramento dos dados em tempo real. Alertas de consultas e de outras movimentações no CPF e CNPJ mantém o usuário informado sobre a situação.

Saiba mais em: https://www.serasa.com.br/premium/

Da Assessoria