Paciente com suspeita de varíola dos macacos em Manaus tem melhora, afirma FVS

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

O paciente do Amazonas suspeito de ter contraído monkeypox, a varíola dos macacos, teve melhora no quadro de saúde com regressão dos sintomas. É o que afirma a Fundação de Vigilância em Saúde, a FVS, em boletim divulgado na manhã desta quarta-feira (6).

Pessoas que tiveram contato com jovem com suspeita de varíola dos macacos no AM também são acompanhadas
Paciente investigado com sintomas da varíola dos macacos tem melhora (Foto: Divulgação)

Pessoas que tiveram contatos com o paciente com suspeita de ter contraído Monkeypox, a varíola dos macacos, são acompanhadas pela Secretaria de Saúde do Amazonas (SES). O estado investiga o primeiro caso suspeito da doença.

De acordo com a FVS, as lesões do paciente estão em processo de cicatrização. Os contatos diretos do suspeito não apresentaram as mesmas lesões. A previsão de liberação de resultado de diagnóstico é de até 15 dias.

Ainda na manhã desta quarta, a Secretaria de Estado de Saúde do Amazonas e FVS descartam dois casos suspeitos da varíola dos macacos. Segundo a SES, os pacientes deram entrada em unidades de saúde com alguns sintomas, mas não foi necessária a investigação pois nem chegaram a ser considerados suspeitos pelo Centro de Informações Estratégicas e Resposta em Vigilância em Saúde – CIEVS.

A SES e a FVS ressaltam que apenas um caso suspeito segue em investigação.

A doença se apresenta clinicamente com febre e a uma série de outras complicações, como explica a diretora presidente da FVS, Tatiana Amorim. (Ouça)

A doença tem características clínicas semelhantes com varicela ou sífilis, com diferença na evolução uniforme das lesões.