Três pessoas presas, quase três toneladas de drogas, armas, lancha e uma picape apreendidas. Um prejuízo estimado em 50 milhões de reais ao crime. Os números são resultados da Operação Jomini, realizada na última sexta-feira (02/02), em um sítio da comunidade Bom Jardim, no km 240, da rodovia AM-010, entre Rio Preto da Eva e Itacoatiara.

Entre os presos estão dois brasileiros e um colombiano, entre 31 e 36 anos. O balanço da operação foi apresentado nessa segunda-feira, em coletiva de imprensa na sede do Departamento de Repressão ao Crime Organizado (DRCO).

O delegado-geral Bruno Fraga disse que a Operação Jomini surgiu de uma apreensão realizada no ano passado: (Ouça)

De acordo com a polícia, as drogas eram fracionadas no sítio e distribuídas para outros grupos que traziam para Manaus, em caminhões baús, como se fossem fretes de mudanças.

O secretário de Segurança Pública do Amazonas, coronel Vinicius Almeida, destaca a atuação conjunta das forças policiais: (Ouça)

A operação foi coordenada pela Secretaria de Segurança e contou com o apoio da Coordenadoria de Operações e Recursos Especiais (Core-AM) e Delegacia Interativa de Polícia (DIP) de Itacoatiara.

Os três presos, sendo dois irmãos brasileiros, foram autuados por tráfico de drogas, associação para o tráfico de drogas, organização criminosa e posse ilegal de arma de fogo de uso restrito.

Da redação.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *