Siga-nos as redes sociais

Siga-nos nas redes sociais

Operação Inquietação: Ações de prevenção e repressão seguem coibindo crimes em Manaus

A Polícia Militar do Amazonas deflagrou, no fim da tarde dessa quarta-feira (27), a Operação Inquietação, ação integrada para coibir crimes diversos nas quatro zonas da capital amazonense. A operação visa promover e garantir máxima e efetiva segurança aos cidadãos, combater homicídios, roubos e tráfico de drogas, realizando saturação nos principais pontos da capital.

Na zona centro-sul da capital, um grupamento de policiais da 12ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), da Polícia Militar, realizou a abordagem de veículos e motociclistas no bairro da União, além de incursões pelo local.

“Uma parte do efetivo fica na rua Nazaré Mesquita, onde foi montada uma barraca da PM e onde fica uma viatura 24 horas, realizando policiamento repressivo e ostensivo. E nesse local é feito um posto de controle e abordagem. A gente verifica se tem algum produto ilícito, se tem algum veículo com restrição de roubo ou furto para, justamente, coibir esse tipo de conduta delituosa”, explicou o comandante da operação, Capitão Fraga, da 12ª Cicom.

O comandante acrescentou que as incursões são realizadas em pontos que, através de estudos, são levantados pontos onde ocorrem, principalmente, tráfico de entorpecentes.

A atuação integrada entre as forças de segurança do estado ajuda a coibir a realização de crimes diversos na cidade, reduzindo o número de ocorrências policiais.

“A gente visa coibir, principalmente, roubo, furtos, homicídio e tráfico de drogas também, que são crimes graves e geram sensação de insegurança na população. Então, a Polícia Militar vem no sentido de garantir a ordem, principalmente nessa região onde os índices estavam um pouco elevados, de forma que estamos conseguindo controlar no tempo que a operação está sendo desenvolvida aqui”, afirmou o comandante. 

A Operação Inquietação segue na capital e também no interior do estado. Em Manaus, as abordagens acontecem nos turnos da manhã, tarde, noite e também pela madrugada, explorando as quatro zonas da cidade.

A Polícia Militar pede a colaboração da população nas abordagens e, especialmente, que realize denúncias pelos canais de comunicação da instituição, nas redes sociais e, ainda, pelos números 181 e 190.

Da Assessoria