Siga-nos as redes sociais

Siga-nos nas redes sociais

Moção de repúdio à fala de analista contra a ZFM é aprovada na CMM

De autoria do vereador Lissandro Breval, ‘Botão do Pânico’ é aprovado na CMM

A propositura é do vereador Lissandro Breval e repudia fala de analista que chamou modelo de aberração

A moção de repúdio 417/2023, contra o analista Alexandre Schwartman, foi aprovada, na manhã desta quarta-feira (25), na Câmara Municipal de Manaus. A propositura é do vereador Lissandro Breval (Avante), em protesto à fala que coloca a Zona Franca De Manaus (ZFM) como aberração. A afirmação foi feita durante programa da TV Cultura e, segundo o parlamentar, é carregada de absurdos, preconceito, desinformação.

“A gente vê tanta desinformação, preconceito, nessa visão medíocre da importância da Zona Franca de Manaus para o Brasil. Modelo que já faturou R$90 bilhões só este ano, contribuindo na arrecadação do país. Temos que combater essa desinformação. Cabe a cada um de nós combater essa falas preconceituosas. Respeite o Amazonas, o Polo Industrial que gera milhares de emprego e mantém a floresta em pé”, repudiou o vereador.

Lissandro recebeu o apoio dos outros parlamentares da CMM e, ainda, reforçou o dever de todos que moram no estado repudiarem quaisquer movimentos de quem só mantém falácias de sustentabilidade, mas que nessas horas não se importam com o caboclo.

“Muita gente vive da falácia de sustentabilidade, de manter a floresta em pé, e numa hora dessas calam diante de afrontas como essa contra a Zona Franca, e pouco se importam com a sobrevivência de quem mora aqui. Mais um vez repito: precisamos combater isso”, concluiu.

Da Assessoria