Fundação Hemoam recebe R$ 369 mil da campanha ‘Troco Solidário’

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

O Grupo Nova Era, da qual fazem parte as marcas Super Nova Era, Pátio Gourmet e Barato e Pronto, repassou à Fundação Sangue Nativo o valor de R$ 369.094,54, arrecadado durante o ano de 2021, através da campanha “Troco Solidário”. O valor representa 80% das doações recebidas pelo projeto durante o ano, que foi de R$ 464.743,55. A Sangue Nativo auxilia nas atividades da Fundação Hospitalar de Hematologia e Hemoterapia do Amazonas (FHemoam).

A renda obtida é auditada pela Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz). Todas as unidades do Grupo Nova Era de Manaus participam da campanha. As doações são voluntárias, realizadas no ato do pagamento das compras. O cliente recebe a opção de repassar o valor do troco para as ações em prol da FHemoam, unidade que dá assistência a pacientes portadores de doenças do sangue.

O diretor do Nova Era, Wilson Soares, ressalta a importância de poder contribuir nessa ação, que é de grande relevância para os pacientes atendidos pela entidade. “Agradecemos a todos os clientes que se propuseram a participar e que durante todo o ano doaram o troco das suas compras para essa causa tão nobre”, afirmou.

Até setembro de 2021, com os valores arrecadados, 2,6 mil pacientes foram beneficiados, com tratamentos, compra de medicação, realização de exames, entre outras demandas. Além disso, parte do valor também é investido na construção do Hospital do Sangue.

A diretora da Fundação Sangue Nativo, Éricka Rodrigues, explica que a campanha “Troco Solidário” tem a função de compartilhar com a sociedade as necessidades da Fundação Hemoam no atendimento a pacientes portadores de doenças do sangue.

O diretor Clínico da FHemoam, Nelson Fraiji, destaca que com o dinheiro arrecadado pode ser feita a compra rápida de medicamentos para pacientes com leucemia, hemofilia, anemia e outras doenças do sangue.

Segundo ele, com a chegada desses recursos é possível atender centenas de pacientes com necessidades mais urgentes, sem precisar esperar os trâmites burocráticos do Sistema Único de Saúde (SUS), “Com o auxílio do Troco Solidário aumentamos as chances de cura em até 80% em pacientes com leucemia, em virtude do diagnóstico precoce, conforme preconiza o Ministério da Saúde”, destacou Fraiji.