Siga-nos as redes sociais

Siga-nos nas redes sociais

Falta de hipoclorito de sódio contamina águas do Careiro da Várzea, segundo denúncias

Por Victor Litaiff

O hipoclorito de sódio é recomendado para purificar a água para uso e consumo humano.

A substância é distribuída para comunidades onde se utiliza água do rio ou de poço artesiano para evitar contaminação por vírus, parasitas e bactérias, que causam doenças como diarreia, hepatite A, cólera ou rotavírus.

Na comunidade Terra Nova, no município de Careiro da Várzea, moradores reclamam que não receberam o hipoclorito para tratar a água.

Uma moradora que não quis se identificar relata que a falta do material trouxe prejuízos na saúde da população local. (Ouça)

A BandNews Difusora entrou em contato com o secretário de Saúde do município, Herlon Santos.

Ele informou que a prefeitura não recebeu a substância do Governo do Estado. (Ouça)

O Secretário informa que vai verificar o motivo e fazer um levatamento para identificar quem não recebeu o hipoclorito de sódio. (Ouça)

Conforme recomendações da FVS (Fundação de Vigilância Sanitária), por se tratar de uma substância utilizada para purificação da água, o uso do hipoclorito de sódio se torna ainda mais importante durante a vazante dos rios, quando doenças se tornam mais recorrentes como a hepatite A leptospirose, malária e as Doenças Diarreicas Agudas.

Em nota, a Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS) esclarece que não há falta de hipoclorito de sódio no Estado e acrescenta que, de forma rotineira, o insumo é encaminhado por meio de solicitação para as secretarias municipais de saúde.

Em tempo, a FVS-RCP, informa que foi encaminhado no dia 08/05, 14.050 unidades do produto para a Secretaria Municipal de Saúde do Careiro da Várzea.