Siga-nos as redes sociais

Estudo detecta a presença de plástico em peixes no Amazonas

Estudo detecta a presença de plástico em peixes no Amazonas

Um estudo feito no Amazonas detecta, pela primeira vez, a presença de plástico dentro de peixes como jaraqui, tambaqui e pacu. A pesquisa foi coordenada pela mestra em zoologia, Carolina Gomes Sarmento, do Instituto de Desenvolvimento Sustentável Mamirauá (IDSM), em Tefé.

Foram examinados 336 peixes de seis espécies: jaraqui, sulamba/aruanã, tucunaré, tambaqui, sardinha e pacu. Sacola, linha de pesca e isopor foram os materiais mais encontrados dentro dos peixes analisados.

As descobertas do estudo são voltadas para as populações naturais de peixes encontradas na região do Médio Solimões, nas proximidades da cidade de Tefé. A região possui grande parte do seu comércio de peixes baseado em pesca artesanal.

A pesquisa alerta sobre a questão emergente da poluição por plástico, que pode afetar a saúde dos peixes e interferir na reprodução e recrutamento das espécies. O estudo é apoiado pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Amazonas (Fapeam), no âmbito do Programa de Apoio à Interiorização Tecnológica no Amazonas (Painter).

Da redação.