Siga-nos as redes sociais

Em Guajará, médico é preso por importunação sexual contra paciente

Um médico, de 30 anos, é preso por importunação sexual contra uma paciente, de 27 anos, ocorrido durante atendimento em uma unidade de saúde da cidade de Guajará, no interior do Amazonas.

De acordo com a polícia, a vítima trabalha como recepcionista no posto de saúde e foi à sala do médico para receber atendimento, pois não se sentia bem.

O delegado Adenilson Carlos, da 69ª DIP de Guajará, afirma que, na ocasião, o médico começou a se aproximar e proferir palavras íntimas para a mulher, além de tocá-la e tentar beijá-la.

Ainda segundo o delegado, o homem foi preso em flagrante momentos depois do delito e, durante os procedimentos, foi representado por diversas medidas cautelares decorrentes da prisão, entre elas a de afastamento do local de trabalho do médico.

Da redação.