Ricardo Nicolau apresenta propostas para resolver problemas históricos

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

O candidato ao governo do Amazonas pela coligação ‘Nós, o Povo’ (Solidariedade/ PSB), Ricardo Nicolau, foi destaque na imprensa e nas redes sociais após o debate da TV Band, realizado na noite deste domingo, 7, por apresentar as propostas mais claras e concretas para resolver problemas históricos deixados por caciques que já governaram o Amazonas nos últimos 40 anos. Com foco na geração de emprego, defesa da Zona Franca, saúde e segurança pública, Ricardo Nicolau mostrou que é o único candidato capaz de fazer um governo voltado para as pessoas. 

Na segurança pública, o candidato a governador propõe o uso de mais tecnologia para combater a criminalidade, além de promover ações que valorizem os policiais. Ricardo Nicolau destacou também que investirá em projetos que resgatem os jovens das garras do tráfico de drogas. 

“Nós precisamos trabalhar firmemente com segurança pública. E segurança pública se faz com o aumento de contingente, com tecnologia. Se faz também com políticas públicas de geração de emprego e renda. Políticas públicas para ocupar a nossa juventude. Segurança pública também se faz com educação, com ocupação. É fazer com que o nosso jovem possa estar preparado”, ressaltou. 

Saúde com gestão 

Ricardo Nicolau afirmou que, com gestão competente, é possível acabar com as filas de pacientes que esperam por exames, consultas e cirurgias na saúde pública e criticou a forma como o atual governador, o único a não participar do debate, agiu na pandemia de Covid-10, quando faltou oxigênio nos hospitais públicos e pessoas morreram asfixiadas.

 “Infelizmente, a pandemia foi um grande desastre nesse estado. E o governador, que deveria estar aqui para explicar não para mim, mas para explicar para a sociedade, está lá na sua mansão, tomando vinho e assistindo a esse debate. É preciso acabar com a fila da morte que é a espera por consultas e exames”, enfatizou.

 ZFM e novos polos 

O candidato lembrou que o foi o partido dele, o Solidariedade, o único a entrar com três ações no Supremo Tribunal Federal (STF) neste ano em defesa da Zona Franca de Manaus (ZFM), após decretos federais que alteraram a alíquota do ICMS e, na prática, ameaçaram os mais de 500 mil empregos no Polo Industrial de Manaus (PIM).

 Para prevenir novos ataques ao modelo, Ricardo Nicolau propõe investimentos na infraestrutura para melhorar o ambiente de negócios e atrair mais empresas para o PIM, além de promover o turismo, o uso racional dos recursos minerais e a criação de um polo petroquímico capaz de gerar renda nas cidades do interior.

 “O Amazonas pode, sim, trabalhar no turismo. O Amazonas pode, sim, trabalhar com polo petroquímico. O Amazonas pode trabalhar com mineração. O Amazonas pode, sim, ser um estado forte que gera emprego, que gera renda para a nossa sociedade”, enumerou.

 Investimentos no interior 

Ricardo Nicolau disse, ainda, que todos os governadores dos últimos 40 anos promoveram apenas propaganda e nada fizeram de concreto para modernizar o campo, e defendeu mais linhas de financiamento para mecanização das lavouras e capacitação para os produtores rurais. O candidato voltou a cobrar o repasse integral dos mais de R$ 1,5 bilhão previstos para este ano via Fundo de Fomento ao Turismo (FTI). 

Como deputado estadual, Ricardo Nicolau apresentou, no ano passado, uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC) para impedir que o governo continue desviando esses recursos para outras áreas, como propaganda e sistema penitenciário.

 “Nós precisamos investir recursos no interior do estado. Existe um recurso chamado FTI, Fundo de Interiorização do Desenvolvimento, que é desviado para tudo, menos para o desenvolvimento do interior. E eu tenho certeza de que com R$ 1,5 bilhão todos os anos em investimentos, nós vamos poder gerar emprego, qualidade de vida e poder resgatar os jovens que estão na criminalidade”, defendeu. 

Ricardo Nicolau participou do debate da TV Band acompanhado de sua candidata a vice-governadora, a professora Cristiane Balieiro (PSB). A coligação ‘Nós, o Povo’ possui mais de 60 candidatos aos cargos de deputado estadual, deputado federal e senador.

Da Assessoria