A Eletrobrás anunciou nesta sexta-feira (7) a estruturação para o lançamento do processo de venda do portfólio de térmicas a gás. Entre o portfólio consta o Complexo Interior (Anamã, Caapiranga, Codajás e Anori).

O anúncio foi feito em comunicado ao mercado assinado pela vice-presidente financeira e de relações com investidores, Elvira Cavalcanti Presta.

A companhia pretende alienar também os direitos de reversão, em 2025, do “Complexo PIEs” (Cristiano Rocha, Tambaqui, Manauara, Ponta Negra e Jaraqui) e o projeto de Rio Negro, com capacidade total de 2.059 megawatts (MW).

Conforme o comunicado, a operação tem como objetivos atingir metas de descarbonização, simplificação da estrutura societária e reestruturação do portfólio de ativos.

Em comunicado a empresa informou que o desinvestimento efetivo dependerá de anuências cabíveis, incluindo contrapartes, credores e órgãos reguladores, eventuais restruturações societárias e passará pelo rito de aprovações de acordo com a governança interna da Eletrobras.

Da redação.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *