Siga-nos as redes sociais

Siga-nos nas redes sociais

Copa Verde 2021: camisas dos times terão homenagem a animais da Amazônia

As Quartas de Final da Copa Verde 2021 já estão sendo disputadas por Aquidauanense (MS), Brasiliense (DF), Castanhal (PA), Manaus (AM), Nova Mutum (MT), Paysandu (PA), Remo (PA) e Vila Nova (GO), mas acabam de ganhar mais duas participantes ilustres: a onça-pintada e a arara-azul. Por iniciativa da Diretoria de Competições da CBF, organizadora do campeonato, a partir dos jogos de volta dessa fase, as camisas dos times participantes terão patchs especiais em homenagem a essas duas espécies ameaçadas de extinção na Amazônia e no Pantanal, respectivamente.

Os desenhos dos animais que vão estampar os uniformes dessas oito equipes foram feitos pelo artista Gonzalo Rodriguez, argentino que mora no Brasil e tem centenas de trabalhos ligados a jogadores e clubes de futebol. Esta ação da CBF, em parceria com a ONG Onçafari e o Instituto Arara Azul, faz parte da política de sustentabilidade da Confederação Brasileira de Futebol, que conta também com o plantio de árvores que garante à Copa Verde o título de competição Carbono Zero.

Mais sobre os animais destacados

Onça-pintada: Segundo a ONG Onçafari, o Brasil abriga 50% da população de onças-pintadas do mundo e maior refúgio é a Amazônia. Pantanal, Mata Atlântica, Cerrado e Caatinga também são biomas brasileiros com presença de onças-pintadas, mas em situações que variam de quase ameaçada para criticamente ameaçada.

Arara-azul: De acordo com o instituto que leva o mesmo nome da ave, mais de dez mil desta espécie foram retiradas da natureza até os anos de 1980 devido à captura para comercialização, descaracterização do ambiente e coleta de penas para souvenirs. A ONG realiza um projeto de conservação da espécie com o monitoramento de ninhos no Pantanal. A população de araras-azuis triplicou, mas segue sob atenção por causa da fragilidade das aves.