Conselho Estadual realiza 3ª Conferência de Saúde Mental no Amazonas

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

O Conselho Estadual de Saúde do Amazonas (CES-AM) realiza, a partir desta segunda-feira (27/06), a 3ª Conferência Estadual de Saúde Mental. O encontro, que pela primeira vez acontece no formato virtual, com transmissão pelo Youtube, é promovido em parceria com a Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM) e reúne representantes de 42 municípios, além de secretários de saúde e membros do CES-AM, para deliberar sobre os caminhos da saúde mental no Amazonas e suas diretrizes nacionais.

O presidente do conselho e secretário de Estado de Saúde, Anoar Samad, ressaltou a importância do evento e os esforços para o desenvolvimento da política de saúde mental de acordo com a realidade do Amazonas.

“É um momento importante de participação social e uma oportunidade para discutir os caminhos da saúde mental no nosso estado. E temos ainda mais representatividade com um número de participantes seis vezes maior do que na última conferência, em 2010. Não mediremos esforços para que os avanços continuem, contem sempre conosco”, afirmou o secretário.

A gerente da Rede de Atenção Psicossocial da SES-AM, Luciana Lopes, destaca que as deliberações da conferência podem possibilitar a criação de políticas públicas locais.

“A gente tem uma realidade amazônica que é importante ser levada para adição nacional, uma realidade que fala de saúde mental, dentro de uma perspectiva intercultural, dentro da perspectiva dos ribeirinhos, das águas, de toda essa vivência social. É importante que o Brasil conheça essa realidade do Amazonas e que a gente contribua tanto para a formação de políticas públicas, conforme o conhecimento científico”, disse a gerente e membro da organização do evento.

Programação

A conferência ocorre após 12 anos desde a sua última edição, em 2010, e com transmissão para os 62 municípios do Amazonas, com a participação de 176 delegados de saúde eleitos de 20 municípios, além dos secretários municipais de saúde e autoridades. A transmissão é uma parceria com a Secretaria de Estado de Educação e Desporto, que disponibilizou o Centro de Mídias da Educação do Amazonas (Cemeam).

O evento, que segue até quinta-feira (30/06), terá também a presença dos 42 municípios que ainda não elegeram seus delegados, que participaram como ouvintes e observadores. Ao final da conferência, esses municípios participarão de uma eleição para definir os novos delegados do CES-AM, nos segmentos usuários e gestor/trabalhador da saúde.

Durante a conferência, serão debatidos os cuidados de saúde mental em liberdade e o respeito aos direitos humanos, além de palestras sobre gestão e participação social na garantia de serviços de saúde mental; política de saúde mental e os princípios do SUS; e os impactos da população e os desafios para o cuidado psicossocial durante e no pós-pandemia.

Serão definidos ainda grupos de trabalho que, ao término da conferência, devem apresentar 12 propostas para a 5ª Conferência Nacional de Saúde Mental.