Catar retira exigência de teste de covid-19 para torcedores do Mundial

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

O Catar, anfitrião da Copa do Mundo, descartou a exigência de que os visitantes tenham um teste negativo para covid-19 antes de partirem para o Estado do Golfo Árabe, disse seu Ministério da Saúde em comunicado nesta quarta-feira (26). Anteriormente, o Catar havia dito que os torcedores na Copa do Mundo precisariam apresentar prova de teste de covid-19 negativo, independentemente de seu status de vacinação, antes de partir por via aérea ou pela fronteira.

O Catar espera um número sem precedentes de 1,2 milhão de visitantes durante o período do torneio, de 20 de novembro a 18 de dezembro. Os residentes do Catar não precisam mais fazer o teste de covid-19 dentro de 24 horas após retornarem ao país do exterior.

O Ministério da Saúde também abandonou a exigência de que os adultos mostrem seu status de covid-19 em um aplicativo de rastreamento de contatos administrado pelo governo chamado Ehteraz antes de entrar em estádios ou outros estabelecimentos como lojas e restaurantes. Visitantes e residentes ainda precisam mostrar o aplicativo antes de entrar em uma unidade de saúde, disse o comunicado.

O Catar está diminuindo as restrições porque “o número de casos de covid-19 (continua) caindo em todo o mundo e no Catar, e por causa da implantação contínua do Programa Nacional de Vacinação da Covid-19 do Catar”, informou o comunicado. Na semana passada, o Catar flexibilizou suas regras de uso de máscaras e agora exige máscaras apenas para pessoas que visitam instalações de saúde.

O Catar, que tem uma população de quase três milhões, registrou mais de 440.000 casos confirmados de covid-19 e 692 mortes pelo vírus, de acordo com dados do Ministério da Saúde Pública.