Siga-nos as redes sociais

Cardeal australiano George Pell, absolvido de abuso sexual infantil, morre aos 81 anos

O cardeal australiano George Pell, um importante conservador católico romano e ex-alto funcionário do Vaticano que foi absolvido em 2020 de acusações de abuso sexual, morreu na terça-feira (10), aos 81 anos, disse seu secretário particular.

Pe. Joseph Hamilton disse à Reuters que Pell morreu em um hospital de Roma na noite de terça. O arcebispo Peter Comensoli, de Melbourne, disse que Pell morreu de complicações cardíacas após uma cirurgia no quadril.

Uma decisão do tribunal de apelações australiano em 2020 anulou as condenações de que Pell agrediu sexualmente dois meninos de coro na década de 1990.

A decisão permitiu que Pell saísse em liberdade após 13 meses de prisão, encerrando o caso da figura mais importante acusada no escândalo global de abuso sexual histórico que abalou a Igreja Católica Romana em todo o mundo.

Pell, ex-arcebispo de Melbourne e Sydney, foi chamado pelo papa Francisco em 2014 para servir como ministro da Economia do Vaticano, cargo que ocupou até tirar uma licença em 2017 para retornar à Austrália para enfrentar as acusações.

+ Da Reuters
Foto: REUTERS/Guglielmo Mangiapane