Barco Show confirma próxima edição no Amazonas em 2024

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

A primeira edição da feira náutica Barco Show Amazonas, realizada com o apoio do Governo do Amazonas, por meio da Empresa Estadual de Turismo (Amazonastur), terminou no domingo (31), atraindo mais de 10 mil pessoas e movimentando o setor com a venda de embarcações e produtos náuticos. 

O presidente da Amazonastur, Gustavo Sampaio, ressalta que o turismo de negócios tem crescido no estado, atraindo feiras como a Barco Show. “A gente sabe do potencial do Amazonas no segmento náutico, possuímos o maior rio navegável do mundo, a maior bacia hidrográfica do mundo e com o segmento náutico de construção de embarcações também muito forte. Então, apoiar esses eventos aqui é apoiar a geração de emprego, renda e oportunidade aqui no estado do Amazonas”, destacou.

Segundo o CEO da Barco Show, Hugo Leonardo, o evento superou as expectativas, reunindo mais de 18 empresas expositoras de produtos e serviços ligados ao setor náutico. Lanchas com preços entre R$ 500 mil e R$ 4,6 milhões encheram os olhos de empresários interessados em investir no segmento.

“Estamos extremamente felizes e empolgados com a realização da Barco Show Amazonas. O mercado norte tem um potencial gigantesco e nós adotamos a missão de, cada vez mais, contribuir com o seu crescimento. O desafio de realizar esse grandioso evento nos posiciona de maneira estratégica no mercado náutico”, afirmou.

Calendário oficial

Com o êxito do evento, a capital amazonense foi inserida oficialmente no calendário anual da Barco Show Amazonas. Além de exposição de produtos, equipamentos e serviços ligados ao setor náutica, uma das propostas é fomentar o setor, que no Brasil movimenta por ano mais de R$ 2 bilhões, mas tem seu potencial 98% subaproveitado.

“O Brasil tem um enorme potencial no setor náutico, que não está sendo bem desenvolvido. No Amazonas, isso se repete porque estamos diante do maior rio navegável do planeta, com uma cultura ribeirinha forte, com o barco tendo um papel muito fundamental no transporte e no lazer da população”, disse Hugo Leonardo.

Da Assessoria