Bali receberá primeiro voo turístico internacional em meio a reabertura cautelosa

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

A ilha de férias de Bali, na Indonésia, receberá seu primeiro voo direto transportando turistas estrangeiros em quase dois anos nesta quinta-feira (3), mas apenas um punhado de visitantes estará a bordo para entrar em quarentena estrita na chegada.

Um voo da Garuda Indonesia (GIAA.JK) de Tóquio está programado para chegar a Bali à tarde, com seis estrangeiros e seis indonésios a bordo, disse Ida Ayu Indah Yustikarini, funcionário do Escritório de Turismo do Governo de Bali.

Embora a ilha tenha sido oficialmente aberta para visitantes da China, Nova Zelândia, Japão e alguns outros países em meados de outubro, não houve voos diretos sem carga desde então.

Os seis turistas estrangeiros que chegam de Tóquio estavam viajando com vistos de negócios, já que as novas regras para turistas não estavam prontas quando eles se inscreveram, disse Yustikarini.

A Indonésia disse que o reinício de voos internacionais visa impulsionar o setor de turismo de Bali, que geralmente responde por 54% de sua economia.

Conhecida por seu surf, templos, cachoeiras e vida noturna, Bali atraiu 6,2 milhões de visitantes estrangeiros em 2019, um ano antes do Covid-19. Todo o país registrou apenas 1,6 milhão de visitantes estrangeiros no ano passado, uma queda de 61,57% em relação a 2020.

No entanto, a Indonésia está mantendo requisitos de quarentena muito mais rigorosos do que os vizinhos do sudeste asiático, Tailândia, que retomou a entrada sem quarentena para visitantes vacinados a partir de terça-feira e as Filipinas, que farão o mesmo a partir de 10 de fevereiro.

Turistas vacinados para Bali devem ficar em quarentena entre cinco e sete dias em hotéis ou em embarcações offshore.

A lenta reabertura de Bali ocorre quando a Indonésia tem visto um aumento constante nos casos de Covid-19, impulsionado principalmente pela variante Ômicron. Na quarta-feira (2), o país registrou quase 18 mil infecções, a maior contagem desde agosto.

A Singapore Airlines (SIAL.SI) disse na semana passada que retomaria os voos para Bali a partir de Cingapura a partir de 16 de fevereiro.

Garuda também disse na quarta-feira que iniciou um voo de carga de Bali para o Japão, transportando 17 toneladas de mercadorias, incluindo atum. A maioria das companhias aéreas asiáticas dependeu fortemente da receita de carga durante a pandemia devido ao baixo número de passageiros.

Na semana passada, a Indonésia abriu duas ilhas perto de Cingapura para visitantes da cidade-estado, embora os visitantes estejam confinados a áreas específicas de resort.

Da Reuters