Azul estuda voo de Manaus para os EUA e planeja atender 16 municípios amazonenses

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

A empresa Azul Linhas Áreas estuda vôo internacional saindo de Manaus com destino aos Estados Unidos. A possibilidade foi discutida pelo governador do Amazonas, Wilson Lima, que esteve reunido na segunda-feira (1º), em Brasília (DF), com o vice-presidente da Azul Linhas Áreas, Fábio Campos.

Na oportunidade, foi discutida, também, a ampliação das operações da empresa no Estado. A ideia da companhia é colocar em prática, ainda em 2022, um plano de expansão regional, passando a atender 16 municípios amazonenses.

Atualmente, a empresa faz rotas para Manaus, Parintins, São Gabriel da Cachoeira, Lábrea, Tefé, Tabatinga, Coari, Maués e, mais recentemente, Barcelos. Os municípios de Eirunepé, Apuí, Borba e Humaitá estão entre os que seriam contemplados com vôos regulares por meio da expansão regional.

Wilson Lima ressaltou que a ampliação no número de municípios atendidos pela companhia aérea é fundamental para o turismo e economia da região e, por isso, o esforço do executivo estadual em manter o diálogo e negociações para o aprimoramento desses serviços.

“Para um estado com dimensões continentais como é o Amazonas, manter as operações atuais é muito importante e, por isso, nós estamos trabalhando para ampliar as rotas para os municípios do interior. É algo importante para a economia, sobretudo para o turismo, mas também para garantir o direito de ir e vir das pessoas e interligar o Amazonas por um malha área”, destacou.