Atletas do Pelci são direcionados para clubes do futebol amazonense

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

A expectativa de se tornar jogador de futebol é algo que passa no imaginário de todas as crianças e jovens que praticam o esporte. Buscando conquistar este sonho, seis atletas revelados pelo Projeto Esporte e Lazer na Capital e Interior (Pelci), do bairro Santo Agostinho, foram para a base do Manaus FC, clube que atualmente joga a Série C do Brasileiro, e para o Nacional FC, equipe que venceu 43 vezes o Campeonato Amazonense.

O projeto do Governo do Amazonas, que é coordenado pela Fundação Amazonas de Alto Rendimento (Faar), levou quatro atletas para o Nacional e dois para Manaus. Para a equipe Sub-17 do Leão da Vila Municipal, foram Caio Rodrigo, Erick Marlison, Ruan Vitor e Mateus Martins, este último também ganhando chance de atuar no Sub-19. João Vitor, na equipe Sub-13, e Maciel Victor, no Sub-17, estão no Gavião do Norte.

Entusiasmado em participar das categorias de base do clube que joga a Série C, Maciel Victor, de 17 anos, falou da experiência que tem vivenciado, agora que está próximo de completar um mês de time.

“Graças a Deus tem sido muito positivo. Eu já estava treinando aqui antes de ir para o Manaus, o que foi muito bom para a minha adaptação. Passei por muita coisa na minha vida, essa oportunidade só me dá mais vontade de seguir em busca das minhas metas”, afirmou Maciel.

Dentro do Nacional, o lateral-esquerdo Mateus Martins, de 16 anos, vem ganhando uma chance até na equipe Sub-19 do Leão Azulino. “Muita gente desacreditou que eu conseguiria chegar, mas sempre tive apoio da minha família. Minha mãe me incentivou muito, posso dizer que ela é a minha primeira fã. Vou fazer de tudo para dar uma vida melhor para ela e todos da minha família”, disse Mateus.

Orgulhoso do trabalho desempenhado no projeto, que hoje conta com mais de 80 alunos, o professor Márcio Marinho aproveitou a oportunidade para agradecer a presença do Governo do Estado com a implementação do Pelci.

“É uma satisfação imensa contribuir com este desenvolvimento, pois estes jovens entenderam a importância de seguir os nossos conselhos para que mostrem seu potencial nos clubes do estado. Eu só tenho a agradecer ao Governo do Estado por nos ter dado recursos para trabalhar essas crianças através do Pelci”, disse Márcio.